Cartografia DR – 12ª semana – 10 a 14/03/2008

Edição de mapas

POR LAURA

Edição de trechos do texto “Ensaio como Forma”, de Adorno

“(…) o ensaio não almeja uma construção fechada (…) ele se revolta sobretudo contra a doutrina, arraigada desde Platão, segundo a qual o mutável e o efêmero não seriam dignos da filosofia; revolta-se contra essa antiga injustiça cometida contra o transitório(…)

É inerente `a forma do ensaio sua própria relativização: ele precisa se estruturar como se pudesse, a qualquer momento, ser interrompido. O ensaio pensa em fragmentos, uma vez que a própria realidade é fragmentada; ele encontra sua unidade ao buscá-la através dessas fraturas, e não ao aplainar a realidade fraturada. (…) A descontinuidade é essencial ao ensaio; seu assunto é sempre um conflito em suspenso. (…) “Ele resiste `a idéia de obra-prima, que por sua vez reflete as idéias de criação e totalidade.”

ADORNO, Theodor W. Notas de Literatura 1. Tradução Jorge M. B. de Almeida. São Paulo: Duas Cidades, Editora 34, 2003.

POR SHEILA

Aquecimento
Manipulação
Recorte
Comando/ comandado
Palestra científica
Coaching teatral
Coaching musical
Exaustão

Os mapas são permeados por tradução, relação de poder, relação funcional e não funcional, cenas em tempo real, demarcação do tempo.

Mapas :
Aquecimento – Tempo marcado. O objetivo é suprir a necessidade de engajar-se fisicamente.

Manipulação – Em dupla a proposta é de encontros que testam possibilidades tanto de aquecimento quanto de materiais que servem para continuar a pesquisa em dupla.

Recorte – Consiste na observação de ocorrências feito por uma pessoa, durante a manipulação e/ou outros mapas. Recortar-se um trecho para ser pesquisado e depois dirigido. Esse trecho é dirigido pela pessoa que recortou e transformado em cena em tempo real.

Comando/comandado – O foco da relação é a subversão. Realizado em dupla. A relação acontece com uma comandando e a outra comandada. A instrução dessa tarefa é de não deixar essa relação ser percebida por quem assiste. São instruídas durante a relação pela dupla que observa de fora.

Palestra científica – Um trecho de um livro é lido ao ser escolhido aleatoriamente. Após a tradução do trecho, outra pessoa traduz o que foi colocado na lousa.

Coaching teatral – História real é contada e encenada. Uma pessoa coordena e explica as motivações e ações para outra pessoa realizar a cena.

Coaching musical – Ensaio de cena para filmar, tradução de músicas latinas junto com coreografias.

Exaustão – O objetivo é exaurir-se usando táticas diversas. Exercitar o hábito de se manter condicionado cumpre a tarefa desse procedimento.

POR TARINA:

Último relatório

Muitas questões geradas e mais a necessidade de estabilização .
Enquanto estudamos e selecionamos os mapas durante a pesquisa Cartografia DR, estudamos e exercitamos também como nos comunicarmos e como criar COLETIVAMENTE. Demora mais, mas é mais coerente com aquilo que pensamos sobre autoria e criação. Neste processo também nossa idéia/percepção de coletivo , desenvolveu-se num entendimento de que na nossa estrutura os papéis definidos (performer,diretor,dramaturgo,etc) são rotativos (e não inexistentes). Os mapas finais , já editados (no site), relacionam-se com estas percepções. Em cada um deles as particularidades (de experiências anteriores, de forma de pensar/performar) de cada uma foram estudadas para fortalecer essas diferenças para o nosso coletivo. Isso criou mapas muito diferentes, mas todos com uma conexão (que afinal tanto discutimos nessses meses) em relação à autoria. A idéia de tradução presente em todos os mapas é também a de tradução como VERSÃO, onde cada uma explicita a contaminação inerentre a toda forma de comunicação.
Nestes mapas/procedimentos cada uma está persente como individualidade e se reconhece no todo.

POR MARA:

Escancarando a processualidade da ‘obra’…

Edições episódicas de pesquisa temporária…

Desenvolvimento preciso, porém descontinuo enquanto seqüencialidade…

Interessam hibridismo entre: ficção e realidade; produto processual e produto com formato definido.

Mapas que indicam essas características se organizam em tempo real, de forma descontinuada, episódica e inacabada. Tentam certa precisão na discussão proposta, seja e/ou – tradução / versão / relação de poder / autoria / ficção da realidade.

Próximos passos…
Como comunicar cada mapa? Como explicitar essas características enquanto seqüencialidade?
Pesquisa para ‘montagem-produto-temporário’, outra forma de organizar as questões, mapas e continuidade das discussões…

Anúncios

Uma resposta to “Cartografia DR – 12ª semana – 10 a 14/03/2008”

  1. Olá. Sou Amanda, vi os espetáculos no itaú cultural e gostaria de saber quando serão os próximos.
    Achei interessantíssimo,
    Parabéns todas pelo trabalho.

    Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: