Mapa final – proposto por Tarina

Para realização na Praça da Sé

*Indicações para o público (escritas no papel craft , exposto no chão da praça) :
Você pode:
-Assistir
-Perguntar
-Intervir
-Escrever no papel
-Pedir para repetirmos algo
-Não entender
-Ir embora

*Questões para nós quatro (Laura, Mara, Sheila e Tarina)

Quais são as relações de poder na praça :
-Entre nós
-Entre nós e o público
-Dentro do espaço público e no espaço que cada um define como seu (moradores,pregadores,músicos.nós…)

Como essas relações se refletem nos nossos corpos ?

Questão da inversão das “flechas” na relação de poder entre performers e público.

Quanto tempo cada procedimento sobrevive dentra da praça?

*Mapas do dia

Solos
Em qualquer um dos solos as outras performers podem estar na posição de intermediadoras na comunicação público/solista.
-Mara – MONUMENTOSO (monumental )
-Sheila – MONSTRUELO (monstruoso x belo)
-Laura – DIRECITÁRIO (direções , e direções opostas , comentários)
-Tarina – MELHOROSTO (melhora , gosto x não gosto)

Uníssonos e suas táticas
-Com as mãos dadas
-Lento
-Grudado
-Borrado (um mais rápido)
-Realizando só algumas partes
-Reconhecimento do uníssono (dizer DEU/NÃO DEU)
-Pausar
-Em tempos diferentes (mostrando primeiro)

Duo Mara/Tarina experimentado em uníssono com Sheila/Laura

Traduções
Entre os solos e dentro dos uníssonos , as traduções entram como procedimento livre, desde que sejam comunicadas.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: